Home » Notícias » iPhone » iPhone 3G desbloqueado

iPhone 3G desbloqueado

:: por Redação macmais :: 15/07/2008 :: Deixe um comentário

A aventura de desbloquear o iPhone 3G, lançado pela Apple no dia 11 de julho, ainda não chegou ao seu ápice, mas já tem alguns bons momentos. GeoHot, o rapaz que primeiro liberou um iPhone, em agosto de 2007, e o iPhone Dev Team, um grupo de hackers que trabalha desde o ano passado, criando soluções gratuítas para desbloquear iPhones, estão numa corrida desenfreada para ver quem consegue liberar antes o aparelho.

 

 

Mas o primeiro iPhone desbloqueado do mundo está no Brasil. Breno MacMasi e Paulo Stool, sócios da DesbloqueioBR (www.desbloqueiobr.com.br) trabalharam durante todo o fim de semana e conseguiram ativar e desbloquear um iPhone 3G com o firmware 2.0. “Estou sem dormir desde sexta trabalhando nisso”, afirma Breno, em entrevista exclusiva para a MAC+. “Não é um desbloqueio por software, ele depende de um adaptador SIM, que nós programamos, mas funciona quase que completamente, apenas a rede 3G não consegui habilitar ainda”, revela.

 

 

 

Breno não é um novato nessa história. Ele participou das primeiras conversas com os hackers que montaram o Dev Team. “O procedimento que usei era o mesmo do GeoHot, quando ele publicou no site dele por discordar de algumas atitudes do grupo”, lembra Breno. O primeiro iPhone que ele desbloqueou foi o do seu médico particular. “Ele me disse para fazer com ele a mesma coisa que um cirurgião. Eu fiz e queimei o aparelho”, lembra rindo. Depois desse susto, ele aprimorou seu método. “Nós usamos uma mistura de desbloqueio por hardware e adaptadores de cartão, pois eles são mais resistentes a updates de firmware”, explica.

 

 

 

A saga do iPhone 3G começou no mesmo dia do lançamento do aparelho. “Começamos a trabalhar primeiro na ativação do firmware 2.0, um processo que demorou mais de seis horas, tendo que abrir o aparelho inclusive”, conta MacMasi. Na segunda-feira, quando chegou o iPhone 3G, comprado por um amigo nos Estados Unidos, ele já tinha conseguido fazer a ativação, mas ainda faltava o desbloqueio. “Paramos com o processo nos iPhones antigos e trabalhamos exclusivamente no modelo novo, que é bem diferente do anterior”, conta. Por conta disso, ele não consegue desbloquear o iPhone original que tenha sido atualizado para o firmware 2.0.

 

Breno escreveu um script para o adaptador SIM. “Fizemos alguns testes antes e conseguimos um fabricante na China disposto a montar um chip específico. Esse é o único adaptador que funciona com o iPhone 3G. Todos os outros, como anySIM e TurboSIM, não rolam”, revela Breno. Com o adaptador em mãos, que chegou da China, ele conseguiu usar o aparelho para fazer e receber ligações. “E antes de todo mundo, gostaria de frisar”, conta rindo.

 

 

 

Para os usuários antigos de iPhone, isto é, que tem o modelo original, as notícias não são tão boas para quem está a fim de fazer a atualização do firmware e desfrutar dos novos aplicativos. “Por enquanto, é melhor esperar o GeoHot e o Dev Team lançarem suas soluções, que serão mais fáceis de usar. Mas elas deverão apenas ativar o aparelho, não é o desbloqueio ainda”, afirma Breno. Para ele, GeoHot deve ser o primeiro a lançar algo. “Aposto minhas fichas nele”, acredita. O desbloqueio do iPhone 3G ainda não tem um preço definido, “pois dependo do valor que o fabricante vai me cobrar pelos adaptadores, mas acredito que fique entre R$ 400 e R$ 600”. Mais informações no site www.desbloqueiobr.com.br.

 

 Breno, no seu escritório, em frente a um mosaico feito com chips da AT&T. "São dois mil ao todo", conta.

Deixe um comentário

 

Publicidade