Home » Tutoriais » iWork » Crie uma integração entre tabelas no FileMaker

Crie uma integração entre tabelas no FileMaker

:: por Redação macmais :: 18/03/2011 :: Deixe um comentário

por Henrique Bilbao e Afonso Petry Jr.*

O primeiro passo para nossa aplicação em FileMaker já foi dado: criar as tabelas. Agora, montaremos os links entre elas para o uso no sistema de controle de estoque. Mas antes de começar, lembre-se de quatro itens importantes para ter um banco de dados completo: Eficiência (os dados serão atualizados em dois lugares – na tela do Mac e no seu banco de dados), Precisão (temos que cuidar disso ao adicionar informacões em um leiaute que possui mais de uma tabela), Clareza (às vezes é óbvio onde está a informação, mas não como resgatá-la) e, por último, Simplicidade (evitar registros duplicados).

Banco de dados relacional | Lógica é importante no FileMaker

Nomes curtos Sempre que criar um campo novo, recomenda-se que o nome do campo tenha menos de 25 caracteres. Se precisar de mais letras, prefira usar o campo para comentários. Lembre-se: [Command] + [Shift] + [D] abre o Banco de dados.

1 Divisão É possível separar as tabelas por módulos, usando a ferramenta de texto [A], inserindo comentários e até trocando a cor. Pode até parecer desnecessário agora, mas quando seu BD estiver imenso, você vai nos agradecer.

2 Lado a lado As tabelas são criadas, por padrão, uma ao lado da outra. A cada nova tabela, o ideal é arrastá-la para seu devido módulo. Se quiser, pode-se minimizar ou, se ela tiver muitos campos, navegar por cliques nas setas da tabela.

3 Relacionar Quando uma tabela precisa de um campo de outra, elas devem ser associadas. Exemplo: uma venda precisa de produtos; estes são comprados de um fornecedor etc. Basta clicar no campo de uma tabela e arrastá-lo até a outra.

4 Dica O ideal é separar os módulos que você planeja utilizar no seu sistema para que, no futuro, seja possível expandir seu programa facilmente, aproveitando cores e comentários que você tinha no início do projeto.

um banco de dados só seu | Hora de colocar a mão na massa para criar um controle de estoque

1 De um para outro Crie uma tabela De N para N, relacionando produtos e vendas. Ela terá dois campos, pk_produto e pk_vendas. Repita para fornecedores e produtos.

2 Ligações Criada a tabela, clique na fk (chave estrangeira) e arraste-a até a pk (chave primária), montando uma relação entre as duas, com ajuda de uma terceira tabela.

3 Registros Para que a relação funcione, dê um duplo clique no quadrado criado no meio da linha da relação e habilite a criação de registros na tabela produto_vendas.

4 Testando Dentro da edição de leiaute, adicione um portal e selecione-o para mostrar os registros de produto_vendas. Assim, a cada código adionado, ele encontrará a relação.

5 Ordem na casa É interessante deixarmos a tabela organizada por algum campo, neste caso, por pk_produto. Você pode optar por ordenação crescente ou decrescente.

6 Sem bagunça Além do portal, você pode ordenar os registros apresentados. Basta clicar em Sort na barra de ferramentas do FileMaker Pro 11.

7 Muito mais Usando a ferramenta de campos, clique e arraste campos novos para a primeira linha do portal, escolhendo-os na tabela de produtos.

8 Automático É importante que a chave primária de cada campo seja criada automaticamente. Nas opções do BD, escolha Auto Enter > Serial Number > On Creation.

9 Tudo igual, de novo Estamos quase terminando. Repita os procedimentos 4, 5 e 7 para o leiaute de fornecedores. Seu banco deve ficar como o da figura acima. Caso tenha dúvidas, mande email para suporte@hisolucoes.com ou baixe uma versão deste tutorial em www.hisolucoes.com/filemaker/03.zip.

*Matéria publicada originalmente na MAC+ 58.

Deixe um comentário

 

Publicidade